CR7 ameaçado pela maldição

0
272

Sair do Real Madrid sempre é uma decisão difícil. A equipa branca, uma das melhores do mundo, assegura éxito colectivo quase todas as temporadas. Cristiano decidiu jogar a Série A, mas vendo como as últimas estrelas que saíram do clube branco, terá que andar com cuidado na Itália.

Não são poucos os jogadores “top” que deixaram o Madrid para buscar protagonismo em novos clubes durante as últimas temporadas. Desde que o Real ganhou a “Décima” e o protagonismo foi de Ozil. O meio campo ofensivo, que neste domingo anunciou sua aposentaroria da selecção Alemã, rumou para Londres depois que o Real contratou Bale. No Arsenal viu seu potencial limitado, já que o time inglês não tinha um elenco tão qualificado como o time de Madrid. Enquanto isso o Real conquistava, entre outros campeonatos, quatro Champions. E no ArsenalOzil, ganhou três FA Cups e três Community Shield

Duas saídas opostas

Ozil perdeu a “Décima” por alguns meses, algo que não fizeram Xabi Alonso e Ángel Di María. Os dois foram muito importantes na continuação da Champions e acabaram saindo no final da temporada com destinos opostos.

Xabi Alonso foi para Alemanhã para trabalhar com Pep Guardiola. Ganhou três títulos da liga, mas sua conta pendente estava na Champions… e, precisamente, boa culpa disso teve o Real Madrid, que bateu oBayern nas quartas na temporada 16-17, a última de Xabi. Não obstante, a saída de Xabi pode ser considerada a mais exitosa.

Com Ángel Di María, a história foi bem diferente. Saiu do Real a caminho do Manchester United, equipa que só jogou uma temporada. Depois de uma temporada bem fraca pela equipa inglesa, foi para o PSG. Em París está acostumado a reinar no liga francesa, mas na Champions aconteceu o mesmo que se passou com Xabi Alonso e na última Champions saiu para o Real Madrid nas oitavas, e o Real mais uma vez ganhou o torneio.

As garras da Juventus

A equipe que agora conta com Cristiano, já levou Morata e Khedira do Real. O atacante foi uma história de amor de só dois anos que acabou com a volta dele para o Real. Já Khedira continua na Juve e ainda tem o caso do atacante argentino Higuaín.

Morata saiu depois de ganhar a “Décima”. Em seu primeiro ano na Juventus esteve perto da glória, chegou na final da Champions depois de passar, justamente, pelo Real Madrid. Mas não conseguiu o título diante do Barça de Luís Enrique. Depois voltou a vestir a camisa do Real por mais uma temporada, na qual ganhou outra Champions e outra vez abandonou o time branco. Seu novo destino foi o Chelsea da Inglaterra e na equipa de Londres fez uma de suas piores temporadas dos últimos anos.

Com Khedira, foi igual a Xabi Alonso, conseguiu ganhar um bom número de títulos dentro da Itália, mas a nível Europeu caiu na mesma maldição. O Real Madrid ganhou na sua cara a “Duodécima” na dolorosa final para a Juventus (1-4) e no ano seguinte o Madrid bateu a Juve mais uma vez pelas quartas de finais com o resultado final ficando em 4 a 3 para os brancos.

O caso de Higuaín é parecido com o do Alemão. “El Pipa” se foi primeiramente para o Nápoles e logo deu o salto para a ‘Vecchia Signora’, onde compartilhou éxitos e fracassos europeus com Khedira.

Outros casos

É Inevitável falar de James, que agora foi sondado como um possível reforço para o Real. o Colombiano saiu na última temporada em busca de jogar, já que perdeu protagonismo com Zidane no Real. E igual a seus antecessores, viu o Real Madrid levantar mais uma copa da Europa. E mais uma vez a história se repetiu: o Madrid bateu o Bayern nas semis por um resultado global de 4 a 3.

E com Cristiano como será?

Para tudo que foi falado anteriormente não importa nada quando falamos de Cristiano. Outros jogadores importantes se equivocaram ao deixar o Real Madrid, mas quando o assunto é Cristiano é difícil pensar que o Português não tenha tomado uma decisão suficientemente madura depois de tudo que fez em sua belíssima carreira.

Ganhou cinco bolas de ouro e saiu do Real Madrid como o maior goleador da história do clube. Sem dúvida, Cristiano buscará triunfar na Juventus, e como já fez pelo Madrid, não se importará a tirar rivais de seu caminho para chegar a seu objetivo, A maldição de sair da “casa branca” está aí, mas se tem alguém que  pode desfazer esse feito é Cristiano Ronaldo.

 

Fonte: BeSoccer

DEIXE UMA RESPOSTA