Segunda-feira, Janeiro 18, 2021
DesportoFutebolNacional

FMF e LMF sugerem arranque do Moçambola 2021 após a não aprovação da mudança de época

99views

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) confirmaram em Conferencia de Imprensa conjunta que este ano não haverá Moçambola, por força da não aprovação da mudança de época por parte das associações províncias, e apontam o dia 9 de janeiro como nova data provável para o arranque do principal campeonato nacional da modalidade.

Com efeito, Feizal Sidat, Presidente da FMF, e Ananias Couna, Presidente da LMF, estiveram lado-a-lado para explicar os motivos por detrás desta mudança de planos para o futebol moçambicano, cuja época irá decorrer entre os dias 2 de Janeiro e  30 de Novembro de 2021.

“O início da época a 02 de Janeiro não deve condicionar os treinos. Os treinos devem continuar e os atletas nos seus clubes. A nossa recomendação como federação é que a prova máxima arranque a 09 de Janeiro. Mas isto cabe à Liga Moçambicana de Futebol e seus associados”, disse Feizal Sidat citado pelo Olho Clinico.

Ananias Couana vê um ganho com estas mudanças, sendo que a alteração da data de arranque do Moçambola para inicio de Janeiro vai permitir que a prova seja mais longa, sem jogos ao meio de semana.

“Nós iríamos disputar três jornadas ainda este ano, estando a quarta marcada para a primeira semana de Janeiro. O que estamos a dizer é que a prova arranque na mesma data em que deveria ser disputada a quarta jornada. Ou seja, a 09 de Janeiro. Vamos agora reunir com os nossos associados para definir os passos subsequentes. Mas sendo uma época atípica, marcada pela pandemia, é preciso compreender que a decisão do arranque do campeonato está também nas mãos da Federação Moçambicana de Futebol e do Governo, através da Secretaria de Estado do Desporto”, referiu Ananias Couana também citado pelo Olho Clinico.

Moçambola com 14 clubes volta a ser realidade

Couana revelou ainda que o seu organismo fará de tudo para que o pontapé de saída aconteça antes do mês de Março, antes dos dois próximos jogos dos  Mambas, diante do Ruanda e Cabo Verde para a fase de qualificação para o CAN-2021.

“Em função dos jogos que temos em Março, dos Mambas, temos de verificar quando é que o Moçambola irá iniciar. Mas temos de estar serenos e calmos. Há uma oportunidade que se abre para que tenhamos os clubes licenciados, mas também que haja uma época mais longa”, Ananias Couana.

Estas mudanças permitem que o Moçambola 2021 seja disputado por 14 clubes, visto que foi aberta uma janela que vai de 25 de Novembro a 11 de Dezembro para que o Desportivo Maputo, Textáfrica do Chimoio e Incomáti de Xinavane concluam o processo de licenciamento.

“Apelar aos três clubes não licenciados para que, até 11 de Dezembro, possam se licenciar por forma a competirem no Moçambola”, disse Ananias Couana.

Referir que os 11 clubes anteriormente licenciados vão ver as suas licenças automaticamente renovadas de modo a que possam participar no Moçambola 2021, cujo sorteio ainda não tem data marcada.


Leave a Response